A Grand Cru


Nossa história
Fundada em Buenos Aires no ano de 1998, a Grand Cru chegou ao Brasil quatro anos depois, em 2002, com foco na importação de vinhos argentinos e de grandes vinhos de Bordeaux, e no mesmo endereço em que funciona a nossa casa matriz até hoje. Passados mais de 15 anos de nossa história, crescemos e nos tornamos a maior cadeia de lojas de vinho do Brasil. Hoje atuamos no mercado de importação e temos 40 unidades nas mais importantes cidades brasileiras – entre filiais e franquias -, além do site e televendas.Nossos vinhos são selecionados com muito cuidado. Antes de serem aprovados, passam pelo aval de nossa equipe de sommeliers de alta gama, e é por isso que nosso portfólio figura entre os melhores do país.


Nossos professores

Massimo Leoncini


Sommelier Executivo da Grand Cru


“Sou Massimo Leoncini, italiano de uma pequena cidade perto de San Gimignano, no coração da Toscana. Foi justamente a proximidade de regiões vinícolas e a cultura local que me fizeram começar a tomar vinho desde criança – mas posso dizer que, profissionalmente, entrei no mundo do vinho com 15 anos. Depois de algum tempo, ingressei na Associação Italiana de Sommeliers, onde fiz cursos e adquiri o diploma de Sommelier Profissional.

Foi por meio de um convite de Rogério Fasano há dez anos que vim para o Brasil. À época, trabalhava na Enoteca Pinchiorri, de Firenze, quando fui convidado para trabalhar no Grupo Fasano como Wine Manager. Depois de nove anos no país, cheguei à Grand Cru com o objetivo de tocar o projeto da Grand École e participar da escolha de produtos para o portfólio da importadora. Além disso, participo dos eventos da empresa e contribuo com sugestões de vinhos para outros canais.

Não tenho um único vinho favorito, mas tenho algumas regiões que amo muito… Borgonha, Bordeaux, Champagne e Piemonte. Minha grande paixão é cozinhar tomando um bom vinho e ouvindo uma boa música (de preferência, jazz!).”

 

Amandine Castillon

Grand École

“Se estivesse me ouvindo falar, teria reconhecido a minha nacionalidade no primeiro minuto (não consigo enganar com meu sotaque!). Nasci em Toulouse, no sul da França, onde minha família tinha um restaurante. Meu pai, apaixonado por vinho, me ensinou a gostar da sua bebida favorita desde criança. Sabe o Obelix, dos quadrinhos de Asterix? Foi igual para mim – sinto como se tivesse caído na poção (que levava vinho) e, por isso, simplesmente sempre gostei. Desde muito cedo quis conhecer o mundo – fora da França, já vivi na Austrália, Inglaterra, Peru e aqui, no Brasil. Depois de viver um tempo em Santos, no litoral de São Paulo, por onde comecei a me apaixonar pelo Brasil, retornei à França e fiz um mestrado sobre Gestão de Projetos na América Latina – estava decidida a voltar para cá para, dessa vez, ficar.

Depois do mestrado, trabalhei por quase um ano na Maison Sichel, em Bordeaux, onde pude participar da vindima e conhecer todas as etapas de vinificação, além de fazer degustações diariamente! Bom… E aqui estou! Cheguei à Grand Cru no começo de 2015 com o objetivo de estruturar a Grand École, escola de vinhos da Grand Cru, que atende tanto funcionários quanto clientes. Meu vinho favorito? Hmmm… Gosto muito de Pinot Noir e Riesling, mas até hoje o Château Margaux 2010 foi o vinho que mais me marcou. Fora da Grand Cru, gosto muito de costurar e criar roupas, isso sem falar que vou a pelo menos um show por semana e faço dança afro. Prazer, sou Amandine!”